segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O Sincero Compulsivo...

(in Jornal de Negócios Online)
O Sr. Primeiro Ministro é daqueles que acredita que se disser uma mentira várias vezes e com convicção, essa passa a ser verdade. É o que se está a passar com as nomeações, vem várias vezes a público afirmar a transparência do processo e o número de nomeados, contradizendo, vezes sem conta, as notícias públicas em vários jornais nacionais.

Numa das suas intervenções, mostra um gráfico, afirmando que mais de 50% (salvo erro, 77%) das nomeações foram reconduções nos cargos. O "Diário de Notícias" e o "Público", nas suas edições electrónicas do dia 16 de Janeiro, afirmam que houve, pelo menos, 1193 nomeações, sendo 580 reconduções.

Na edição do "Jornal de Negócios online", é referido que o Governo publicou 1110 despachos de nomeações, sendo, somente, 110 novas nomeações.

Qualquer coisa não está a bater certo.... Os jornais referem, como fonte de informação, o tão transparente portal do Governo, não estando contabilizadas as nomeações da Segurança Social e da Economia, porque existia um erro qualquer.

Depois, há a situação do "fala o roto para o esfarrapado", o Sr. Ministro da Solidariedade e Segurança Social, enquanto deputado da oposição na anterior legislatura, criticou as nomeações para os Centros Distritais da Segurança Social, porque eram boys do PS. Vai-se a ver, virou-se o feitiço contra o feiticeiro. Não é que as nomeações, na actual legislatura, para o referido organismo foram repartidas por boys do CDS e do PSD, quando ainda os actuais directores podiam cumprir a sua comissão de serviço até 2013.

O discurso, em campanha eleitoral, de acabar com o clientelismo partidário das nomeações, foi uma autêntica mentira. Mas esse não foi dito com convicção, logo não passou a verdade.

Até um próximo post.

Sem comentários: